Após três anos Projeto Cidadão será retomado pelo TJAC em seis novas edições em 2017

Após três anos sem edições, um dos maiores projetos do Tribunal de Justiça do Estado do Acre, o Projeto Cidadão, será retomado. O anúncio foi feito no início da tarde pela presidente do órgão, a desembargadora Denise Bonfim. A primeira edição acontece no próximo dia 2 de junho, na Vila do Incra, em Porto Acre. Quatorze instituições vão participar da edição 2017, entre elas, o governo do Estado do Acre, o Governo Federal, o Tribunal Regional Eleitoral, SENAC e Rotary.

“Estamos retomando esse magnifico trabalho feito pelo Tribuna de Justiça que tem como objetivo o social, em parceria com os órgãos estaduais, federais e municipais, levando em consideração as pessoas mais carentes, incluindo a dignidade da pessoa humana”, disse a desembargadora.

O projeto cidadão foi idealizado pelo desembargador aposentado Arquilau de Castro Melo percorre todo o estado do Acre com serviços na área de saúde, orientação e assistência jurídica, emissão de documentos e uma das atividades mais procuradas: o casamento.

A nova gestão do TJAC vai dar a mesma natureza itinerante ao Projeto que em 2017 vai percorrer as regiões do Baixo e Alto Acre e chegar até o Juruá. A presidente do TJ ressaltou o trabalho da diretoria de Gestão Estratégica que vem desenvolvendo toda uma logística para chegar até o mês de setembro em regiões de difícil acesso como a Reserva Extrativista do Cazumbá-Iracema, Bioma da Amazônia, unidade de conservação federal localizada no município de Sena Madureira.

A desembargadora Denise Bonfim garantiu que mesmo com a crise financeira que o país enfrenta, o aporte financeiro, na ordem de R$ 333,3 mil está garantido pelo Ministério da Justiça com contrapartida do Tribunal. Ela destaca as parcerias que ajudam a execução do projeto.

“A Socorro Machado à frente da Diretoria de Gestão tem trabalhado diuturnamente com os parceiros para que tudo der certo na democratização dos serviços públicos e o fortalecimento do exercício da cidadania” acrescentou a presidente.

Mais de 50 serviços estarão disponibilizados na primeira edição que acontece na cidade de Porto Acre. De acordo Socorro Machado, já foram fechadas parcerias com os municípios de Rio Branco e Cruzeiro do Sul onde ocorrem as próximas edições nos dias 24 de junho, na estrada Transacreana (Baixo Acre) e 15 de julho no Projeto de Assentamento Santa Luzia (Juruá).

Para a edição de Porto Acre, há duas semanas o cartório de Porto Acre – um dos parceiros – trabalha no cadastramento de casais que deverão dizer “sim” na edição do próximo mês. Na próxima terça-feira (30) será o lançamento do Projeto Cidadão no Tribunal de Justiça do Acre. A presidência vai reunir e apresentar todos os parceiros.

“Nessa hora de crise financeira, a união de todas as instituições é muito importante para levarmos cidadania às comunidades” destacou a desembargadora Denise Bonfim.