Após três anos Projeto Cidadão será retomado pelo TJAC em seis novas edições em 2017

Publicado em 26 de maio de 2017 às 16h:15

Por Mário Célio

Após três anos sem edições, um dos maiores projetos do Tribunal de Justiça do Estado do Acre, o Projeto Cidadão, será retomado. O anúncio foi feito no início da tarde pela presidente do órgão, a desembargadora Denise Bonfim. A primeira edição acontece no próximo dia 2 de junho, na Vila do Incra, em Porto Acre. Quatorze instituições vão participar da edição 2017, entre elas, o governo do Estado do Acre, o Governo Federal, o Tribunal Regional Eleitoral, SENAC e Rotary.

“Estamos retomando esse magnifico trabalho feito pelo Tribuna de Justiça que tem como objetivo o social, em parceria com os órgãos estaduais, federais e municipais, levando em consideração as pessoas mais carentes, incluindo a dignidade da pessoa humana”, disse a desembargadora.

O projeto cidadão foi idealizado pelo desembargador aposentado Arquilau de Castro Melo percorre todo o estado do Acre com serviços na área de saúde, orientação e assistência jurídica, emissão de documentos e uma das atividades mais procuradas: o casamento.

A nova gestão do TJAC vai dar a mesma natureza itinerante ao Projeto que em 2017 vai percorrer as regiões do Baixo e Alto Acre e chegar até o Juruá. A presidente do TJ ressaltou o trabalho da diretoria de Gestão Estratégica que vem desenvolvendo toda uma logística para chegar até o mês de setembro em regiões de difícil acesso como a Reserva Extrativista do Cazumbá-Iracema, Bioma da Amazônia, unidade de conservação federal localizada no município de Sena Madureira.

A desembargadora Denise Bonfim garantiu que mesmo com a crise financeira que o país enfrenta, o aporte financeiro, na ordem de R$ 333,3 mil está garantido pelo Ministério da Justiça com contrapartida do Tribunal. Ela destaca as parcerias que ajudam a execução do projeto.

“A Socorro Machado à frente da Diretoria de Gestão tem trabalhado diuturnamente com os parceiros para que tudo der certo na democratização dos serviços públicos e o fortalecimento do exercício da cidadania” acrescentou a presidente.

Mais de 50 serviços estarão disponibilizados na primeira edição que acontece na cidade de Porto Acre. De acordo Socorro Machado, já foram fechadas parcerias com os municípios de Rio Branco e Cruzeiro do Sul onde ocorrem as próximas edições nos dias 24 de junho, na estrada Transacreana (Baixo Acre) e 15 de julho no Projeto de Assentamento Santa Luzia (Juruá).

Para a edição de Porto Acre, há duas semanas o cartório de Porto Acre – um dos parceiros – trabalha no cadastramento de casais que deverão dizer “sim” na edição do próximo mês. Na próxima terça-feira (30) será o lançamento do Projeto Cidadão no Tribunal de Justiça do Acre. A presidência vai reunir e apresentar todos os parceiros.

“Nessa hora de crise financeira, a união de todas as instituições é muito importante para levarmos cidadania às comunidades” destacou a desembargadora Denise Bonfim.

Compartilhar

Comente essa matéria