Conflito generalizado no Hospital de Feijó envolve médicos e direção

Publicado em 19 de janeiro de 2017 às 12h:41

Por Mário Célio

Os dirigentes e médicos da unidade estadual de Saúde de Feijó travaram nos últimos dias uma guerra de acusações, sobre os desmandos que afeta o Hospital Geral. De um lado os médicos acusam a direção de está fugindo de suas obrigações, por não cumprir as normas estabelecidas pela saúde.

Já a gestora Edineide de Sousa, alega que as denuncias são infundadas e aponta retaliações por parte de alguns médicos, que visam desestabilizarem sua administração, por conta de algumas mudanças de ordem administrativa.

Em meio a essa confusão toda, o conselho regional de medicina do Acre, veio a Feijó para verificar as denuncias formulada e expedir parecer técnico. Diante dos resultados, o órgão fiscalizador, proferiu denúncia ao Ministério Público do Acre, solicitando providências urgentes nos serviços essenciais da unidade de saúde de Feijó.

Com o episódio em evidência vereadores ligado ao Governo do Estado, assumiram compromisso com a gerente do Hospital, em buscarem alternativas para apaziguar os problemas de ordem administrativa.

Outras informações prestadas pelo o Dr. Baba, relata a volta do suplente de vereador Arnaldo Carolino ao comando geral do Hospital, para os próximos dias. Vamos aguardar os novos capítulos.

COMPARTILHAR