Defesa Civil sinaliza com ajuda a municípios do Acre que sofrem enchentes

Publicado em 01 de fevereiro de 2017 às 22h:01

Por Mário Célio

Jorge Viana e integrantes da bancada do estado estiveram com Helder Barbalho. O ministro da Integração visita Cruzeiro do Sul nesta sexta
O senador Jorge Viana (PT-AC) e integrantes da bancada parlamentar do Acre no Congresso foram recebidos, no início da tarde desta quarta-feira, 1º de fevereiro, pelo ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, e pelo chefe da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Newton Ramlow. Eles foram pedir ajuda federal para as comunidades dos municípios do Acre afetados pelas enchentes. Barbalho e Ramlow devem visitar Cruzeiro do Sul nesta sexta-feira, 3.

“Pedimos o apoio do governo federal para as famílias que estão sofrendo em Mâncio Lima, Tarauacá e Cruzeiro do Sul”, disse Jorge Viana. O ministro sinalizou com ajuda imediata mediante a decretação de estado de emergência pelos prefeitos. “A hora é de solidariedade”, afirma Viana. Nesta quarta-feira, o Diário Oficial do Estado trouxe o decreto de emergência assinado pela Prefeitura de Tarauacá.

A cheia dos rios Juruá e Tarauacá atinge 8 mil famílias no estado, com mais de mil moradores removidos em função das enchentes. De acordo com o coordenador da Defesa Civil do Acre, coronel Carlos Batista, a situação mais preocupante é no município de Cruzeiro do Sul, banhado pelo Juruá.

Após audiência do senador Gladson Cameli (PP-AC) na manhã desta quarta-feira com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB), ficou definida a seguinte pré-agenda para o Acre, prevista para sexta-feira.

– 8H – Chegada no município de Cruzeiro do Sul, acompanhado da Bancada Federal do  Acre e um representante do Ministério da Saúde para analisar in loco a situação da malária no Vale do Juruá.

– Haverá ainda uma reunião com membros da Saúde pública estadual e municipal de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves sobre os casos de malária na região.

– Será feito um sobrevoo nos três municípios para analisar a situação da enchente na região.

– O ministro e equipe seguem de avião para averiguar a situação da enchente em Tarauacá.

– Em seguida, o ministro retorna para Cruzeiro do Sul, depois pousa em Rio Branco para deixar a Bancada Federal e segue sua agenda para outros estados.

Compartilhar

Comente essa matéria