Deputado denuncia que líderes de facção ordenam incêndios a prédios em Tarauacá e acusa comando da PM de “afrouxar”

Publicado em 08 de agosto de 2017 às 16h:13

Por Mário Célio

O deputado Jesus Sérgio (PDT) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Acre na manhã de terça-feira (8) para denunciar uma nova tentativa de incêndio a um prédio público de Tarauacá. Ele aproveitou para criticar o comandante da Polícia Militar (PM) daquela cidade, afirmando que ao invés de combater a violência a cúpula da segurança “afrouxou” no trato com a criminalidade.Jesus Sérgio afirmou que dois menores tentaram atear fogo no prédio do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf) por ordens de supostos líderes de facções, e frisou, ainda, que houveram outros atentados contra o patrimônio naquela cidade.

O parlamentar pedetista disse também que, na contra-mão das atitudes que deveriam serem tomadas, o comandante da PM reduziu o banco de horas e retirou o grupo de investigação de atuação. “Ao invés de de tomar atitudes eles têm ‘afrouxado’ com a violência”, diz.

O parlamentar encerrou o discurso solicitando que o governo do Estado tome providências eficazes no combate à violência e salientou que a população de Tarauacá vive em pânico.

“Ninguém consegue dormir direito com medo de que os ataques aconteçam. Precisamos de providências urgentes, Tarauacá não aguenta mais viver assim”, diz.

COMPARTILHAR