Caravana do Dnit fiscalizará andamento das obras de recuperação da BR 364 Caravana servirá para avaliar publicamente a realidade da estrada e conta com técnicos do órgão, da empresa contratada e representantes da sociedade

Publicado em 23 de janeiro de 2017 às 11h:29

Por Mário Célio

O diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no Acre, Thiago Caetano, revelou na manhã desta segunda-feira (23) estar sendo planejada um caravana com representantes de toda a sociedade organizada para avaliar a real situação da BR-364 entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul. Thiago afirmou estar monitorando a rodovia e que pretende exigir da empresa responsável o cumprimento do contrato de manutenção.

“Estamos organizando para a primeira semana de fevereiro uma reunião com os donos da empresa, os engenheiros dela e os do Dnit consultores. A partir daí vamos fazer uma viagem por todo o trecho junto com as autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário, bem como os Ministérios Públicos Federal e Estadual, para, em conjunto, fazermos uma vistoria no trecho”, informou.

Alguns trechos da BR-364 estão visivelmente prejudicados /Foto: Reprodução

Segundo Thiago, essa viagem permitirá verificar a realidade dos trabalhos e o estado em que se encontra a estrada. Esse será o primeiro passo para criarmos uma comissão permanente de fiscalização e acompanhamento dessa obra, informou o diretor.

Empresa tem de cumprir o contrato

Thiago informou estar fazendo o monitoramento constante da BR-364, com dois engenheiros do DNIT percorrendo a estrada e também os técnicos da empresa de supervisão. Estes encaminham relatório à diretoria a cada três dias.

“Às vezes pode acontecer de uma máquina quebrar ou estar em deslocamento. Mas estamos tomando todas as providências e já oficializamos a empresa para manter as seis equipes previstas no contrato. Se houver falhas na execução, vamos tomar as providências legais cabíveis”, ressaltou.

Monitoramento constante

O diretor revelou ter estado recentemente no trecho e viu duas equipes trabalhando, com outros equipamentos em deslocamento. Ele revelou ter visto recuperação em alguns pontos, mas confirmou haver outros pontos críticos e já comunicou a empresa.

Comente essa matéria