EM FEIJÓ: Banco da Amazônia faz aniversário e anuncia 19 milhões de investimentos

Publicado em 15 de julho de 2017 às 14h:14

Por Mário Célio

Em solenidade pela passagem dos 75 anos de fundação na Amazônia e 54 anos de existência no município de Feijó. A instituição Banco da Amazônia, reuniu na última sexta-Feira, 14, em sua sede, funcionários, empresários, autoridades, sindicato e a imprensa local para um café da manhã.

Durante a cerimônia de aniversário, o gerente da agência local, Antônio Marlos destacou em breve relatos, que a história do Banco da Amazônia está diretamente relacionada com o desenvolvimento econômico da região amazônica nas últimas seis décadas. Mas o surgimento da instituição demonstra o seu importante papel também na economia mundial.

Ele disse ainda que nos anos 50, após a guerra, a borracha oriental volta ao mercado mundial e, mais barata, superava a borracha nativa da Amazônia. Em 1950, através da Lei nº 1.184, de 30 de agosto, o governo federal transforma o Banco de Crédito da Borracha em Banco de Crédito da Amazônia S.A, ampliando o financiamento para outras atividades produtivas e assumindo contornos pioneiros de banco regional misto, a partir da implementação do Primeiro Plano de Valorização Econômica da Amazônia e dos novos pólos de crescimento propiciados pelo Governo Juscelino Kubitscheck com a abertura da rodovia Belém-Brasília.

Segundo o gerente do Banco, Antônio Marlos, neste momento de retração da economia, a Instituição oferece investimentos na ordem de 19 milhões de créditos necessários, com taxas reduzidas para empreendedores da Região Amazônica dos mais diversos portes para fomentar a economia e gerar renda para a população. “O Banco está disponível para investidores interessados em realizar seus projetos na região.

Estamos trabalhando de forma aderente com as regras de transparência e governança de mercado, buscando dar agilidade e resposta aos clientes e acionistas com eficiência e qualidade, oferecemos as melhores taxas do mercado e temos o compromisso de contribuir para o crescimento da economia do município”, finaliza

Compartilhar

Comente essa matéria