EM FEIJÓ: MPAC e Judiciário discutem com lideranças indígenas entrega de mandados judiciais nas aldeias

Publicado em 20 de novembro de 2017 às 16h:25

Por Mário Célio

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) e o Poder Judiciário reuniram representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai) e lideranças indígenas para tratar sobre as dificuldades para entrega de mandados judiciais nas aldeias do município de Feijó, distante 350 km de Rio Branco.

O encontro ocorreu no dia 10 deste mês no Fórum Juiz Quirino Lucas de Moraes, com a presença do promotor de Justiça Vanderlei Cerqueira, do juiz Alex Ferreira, do representante da Funai, Carlos Brandão, além de líderes das tribos Kaxinawá e Shanenawá.

A reunião foi promovida depois que oficiais de Justiça relataram estarem sendo impedidos de entrarem nas aldeias para intimar índios que possuem processos em andamento. Na ocasião, o juiz Alex Ferreira alertou para a possibilidade de serem tomadas medidas mais severas, caso o problema persista.

O representante da Funai disse que lideranças indígenas desconhecem que oficiais de Justiça estejam sendo impedidos fazer o seu trabalho e se comprometeu a cooperar com a Justiça para resolver a situação.

COMPARTILHAR