Gerente do Hospital de Feijó está sendo processada por assédio moral.

Publicado em 26 de janeiro de 2017 às 15h:46

Por Mário Célio

O Sindicato dos Médicos do Acre (SINDMED-AC) entrou com um mandato de segurança coletivo na justiça comum, contra a gerente do Hospital Geral do Município, Edineide de Sousa, o processo nº  0700051-34.2017.801.0013 estão na vara civil da comarca de Feijó, sob a responsabilidade do Magistrado Dr. Marlon Martins machado.

A ação busca punir a gerente da unidade de saúde do estado, por ter transferido o repouso dos médicos para um local insalubre e contaminado pelas bactérias de esgoto. A atitude é encarada como assédio moral aos profissionais médicos da rede hospitalar de Feijó, e tem como meta punir o abuso cometido pela autoridade do Hospital.

Segundo o Sindicado dos médicos, existem outras denúncias contra a gestora do Hospital, que estão sendo apuradas e provavelmente nos próximos dias, outras ações será encaminhadas a justiça para os procedimentos cabíveis.

 

 

Compartilhar

Comente essa matéria