Gladson Cameli quer conselhos reforçando a fiscalização das obras na BR 364

Publicado em 19 de janeiro de 2017 às 12h:24

Por Mário Célio

O senador Gladson Cameli (PP-AC) defendeu durante agenda nos municípios de Manoel Urbano, Feijó e Tarauacá, nesta quarta-feira (18) a formação de conselhos com representantes do poder público, legislativo, judiciário e da sociedade civil organizada para reforçar a fiscalização das obras na BR 364 que devem ser intensificadas no verão deste ano no trecho entre Sena Madureira e o Rio Liberdade, no Acre.

“A população do Juruá não pode mais ser enganada com obras de péssima qualidade na única rodovia que permite o acesso a região” disse o senador.

Senador acredita que fiscalização conjunta evita que erros cometidos no passado sejam repetidos
O progressista defendeu total transparência nas informações de controle dos gastos destinados ao projeto de conservação e reconstrução da estrada e um banco de dados para disponibilizar em tempo real sobre o dinheiro utilizado nas etapas de construção.

“O Ministério Público Federal, o CGU, o TCU, o padre, o pastor, a dona de casa, o caminhoneiro, todos precisam se unir para fiscalizar os serviços. Eu acredito que essa ação conjunta é de fundamental importância para que não se repita os erros do passado e o êxito do trabalho”, destacou Cameli.

A defesa no controle dos gastos públicos que somam mais de R$ 200 milhões de reais foi feita pelo senador durante a visita institucional de seu gabinete aos prefeitos TanIzio Sá, em Manoel Urbano, Kiefer Cavalcante em Feijó e Marilete Vitorino, em Tarauacá.

“Eu já solicitei a formação desses conselhos ao Dnit e fica aqui o nosso convite para quem quiser participar. Essa será a primeira vez que vamos formalizar uma ampla parceria com a sociedade na troca de informações no controle e fiscalização da aplicação dos recursos para construção de estradas no Acre” comentou o parlamentar.

O senador continua ouvindo vários segmentos sociais nas visitas feitas às cidades. Ele voltou a se comprometer nos municípios visitados ontem, com a liberação de recursos que possam fortalecer além da infraestrutura urbana e rural, a saúde e a educação.

“Essas cidades serão beneficiadas com a arrecadação de ISS e ainda com geração de emprego e renda. Direta e indiretamente somente com as obras da BR 364 serão mais de 1.500 postos de trabalho, uma ajuda para aquecer a economia local” concluiu.

COMPARTILHAR