Homem executado no Bujari teria estuprado mãe de líder de facção; trio confessa o crime

Publicado em 05 de maio de 2017 às 10h:39

Por Mário Célio

crime ocorreu na madrugada de quinta-feira/FOTO: Folha do Acre

Anderson Conceição de Araujo, 27 anos, Rodrigo Barros da Silva, da mesma idade, e Adais Evangelista Gonçalves, 28 anos, foram presos em flagrante na tarde de quinta-feira (4), pela Polícia Civil do município de Bujari. Ambos são suspeitos de terem participação na morte de Valdecir Oliveira do Nascimento, 48 anos, que foi executado com um tiro no rosto, dentro da casa em que morava, na madrugada do mesmo dia, naquela cidade.

Na delegacia, os homens teriam assumido a autoria do assassinato e afirmado que fazem parte de uma facção. Com eles, também foi encontrado um revólver calibre 38, arma essa que foi usada no crime. Ao delegado Pedro Resende, os criminosos teriam relatado que Nascimento havia recebido sentença de morte por líderes da facção.

Um dos suspeitos afirmou que dias atrás o homem teria estuprado a mãe de um dos integrantes da organização criminosa. A vítima além de ter sido alvejada com um disparo de arma de fogo na cabeça, ainda teve uma das orelhas decepadas. O trio após prestar depoimento na delegacia, foi conduzido à unidade penitenciária da capital, onde devem aguardar a audiência de custódia.

COMPARTILHAR