‘Operação Volta ao Mundo’, do MPAC, cumpre 14 mandados de busca e apreensão em Xapuri; rombo ainda não foi calculado

Publicado em 11 de janeiro de 2017 às 10h:24

Por Mário Célio

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) deflagrou, nesta terça-feira (10), no município de Xapuri, a primeira parte da ‘Operação Volta ao Mundo’, que investiga gastos abusivos da antiga gestão municipal com combustíveis.

Segundo apurado pela equipe de investigação do Núcleo de Apoio Técnico (NAT) da instituição, os gastos com combustível apresentam significativa incompatibilidade com as possibilidades fáticas do município de Xapuri, sendo suficiente para dar várias voltas ao mundo, o que acabou denominando a operação.

Durante todo o dia, foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão em residências e estabelecimentos comerciais de ex-integrantes da gestão municipal e pessoas envolvidas.

A sede da Prefeitura de Xapuri foi inspecionada para busca de notas de compras de combustível, bem como, contas e convênios para comparar com o que foi declarado.

Nos documentos apreendidos, foram encontradas notas com valores altíssimos, incluindo uma no valor de R$ 101 mil, referente a 18 dias de consumo de combustível. A nota era da Secretaria de Infraestrutura e contém o selo fiscal da Secretaria de Fazenda do Estado.

Em razão disso, ainda não é possível precisar o cálculo exato do possível dano ao erário em Xapuri.

Além da prefeitura, todas as secretarias municipais estão sendo investigadas, mas, nessa terça, a busca e apreensão compreendeu apenas as secretarias de Infraestrutura, de Educação, Agricultura, Saúde e Finanças.

COMPARTILHAR