Pelé Campos abandona PMDB e partido fica sem representante em Feijó Pelé foi candidato do PMDB derrotado na disputa para prefeito na eleição passada por Kiefer Cavalcante, do PP

Publicado em 20 de dezembro de 2017 às 15h:47

Por Mário Célio

Umas das principais expressões políticas do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) no município de Feijó, interior do Acre, Pelé Campos, confirmou na tarde desta segunda feira (18) estar deixando a sigla por se sentir “abandonado pelo partido”.

Pelé foi candidato derrotado na disputa para prefeito na eleição passada pelo PMDB e nem por isso, diz ele, sequer recebe uma ligação ou visita dos dirigentes para saber a situação partidária feijoense.

“Só aparecem ou ligam em tempo de eleição. Eu não trabalho desse jeito”, alegou Pelé

Para se ter uma ideia, Campos disse que as principais lideranças do PMDB, Wagner Sales quanto Flaviano Melo: “Acredito que eles não fazem muita conta dos votos de Feijó. Até porque só aparecem ou ligam em tempo de eleição. Eu não trabalho desse jeito e vou procurar quem de fato tem interesse em contribuir pela melhoria da nossa cidade e da nossa população”, lamenta.