Prefeituras vão negociar dívidas com Eletroacre por proposta de Gladson

Publicado em 29 de janeiro de 2017 às 23h:09

Por Mário Célio

A Eletroacre recebeu autorização da Eletrobras para buscar negociação com os prefeitos para as contas em atraso. Os montantes são milionários e praticamente impagáveis. Por intermediação do senador Gladson Cameli, uma solução alternativa deve ser buscada. O que está proposto, até agora, de dividir o débito em até 180 meses, não atende ás prefeituras, por algumas teriam que pagar valores de mais de R$ 80 mensais, o que é impossível, com os repasses atuais.
O que vai se buscar é o redimensionamento dos débitos, com maior prazo, juros e multas menores, de forma que os municípios possam ficar adimplentes e não correrem o risco de terem seus recursos bloqueados.

Pela proposta negociada por Gladson Cameli, cada prefeito deverá enviar uma carta de intenções, propondo como e quanto poderá pagar, em quanto tempo, Esse documento será analisado e debatido entre as partes, buscando a conciliação.

O senador anunciou também que a Eletrobras deverá licitar nos próximos dias a continuidade das obras do Programa Luz para Todos, que projeta investimentos de R$ 50 milhões este ano para o Acre. Ainda na área de energia, deve acontecer também a licitação das obras do linhão auxiliar entre Rio Branco e Porto Velho, que porá fim às quedas de energia na rede.

COMPARTILHAR