Sebastião Viana fala em nomes para o governo e diz que partido vem com “estratégia forte” para 2018

Publicado em 09 de abril de 2017 às 22h:53

Por Mário Célio

Condutor principal do processo político interno do PT para as eleições de 2018, o governador Sebastião Viana disse neste domingo, 09, em entrevista ao ac24horas, durante as eleições na sede do partido, no bairro Habitasa, que a sigla no Acre possui uma “estratégia forte” para as eleições majoritárias com chapas para a Câmara Federal, a Aleac, o Senado e o governo do Acre.

O governador lembrou que para o Senado o PT cogita lançar dois candidatos​: Jorge Viana e Ney Amorim.

Sebastião Viana também disse que o PT tem na mesa de discussão quatro nomes para o governo do Acre. Ele não citou nomes, mas já é público que no debate interno fala-se em Nazaré Araújo, atual vice-governadora; Marcus Alexandre Viana, prefeito de Rio Branco; Daniel Zen, líder do governo na Aleac; e Emylson Farias, secretário de Segurança.

“Nós temos uma eleição majoritária, nós temos eleições proporcionais, temos enormes desafios agora com esse processo, e o PT mais uma vez deu passos ousados. Além de montar uma estratégia muito forte numa chapa para deputados federais, uma estratégia forte na chapa de deputados estaduais, ousou apresentar dois nomes pro Senado, Jorge Viana e Ney Amorim, e tá com quatro nomes pra disputa de governo. É um partido vivo, um partido com intensidade.”

Sebastião Viana acrescentou que a aresta interna ocasionada pela retirada do militante Cesário Braga do páreo para presidente do PT e a confirmação de Daniel Zen no comando da executiva regional do partido “foi devidamente superada”. Ele recordou que disputas no seio petista são naturais, coisas da democracia.

“O PT é um partido que exerce a democracia com intensidade. É um partido que aprendeu com um único caminho para um projeto de nação. Não há um movimento no PT que não tenha um contencioso, que não tenha um conflito. O que houve foi mais um passo de amadurecimento, de irmandade e de companheirismo”, encerrou.

COMPARTILHAR