Sem vaga em Hospital: Mulher volta pra casa com bebê morto na barriga

Publicado em 02 de novembro de 2016 às 08h:05

Por Mário Célio

baby-feet-768x488O deputado Jesus Sérgio (PDT) denunciou nesta terça-feira (1°) na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado (Aleac) a falta de atendimento a uma mãe cujo filho ficou por vários dias morto dentro da barriga. O caso aconteceu recentemente na maternidade Bárbara Heliodora e toda a celeuma se deu por falta de vaga para a internação no hospital da cidade.

Jesus Sérgio, que recentemente havia parabenizado a Secretaria de Saúde pelo trabalho realizado, disse que a situação vem se agravando e medidas urgentes precisam ser tomadas para evitar problemas como relatado por ele: “Uma mãe que teve o bebê morto na barriga ficou à espera de vaga no hospital em Rio Branco para fazer a retirada do feto e a curetagem. Mas mandaram ela voltar em outro horário, na troca de plantão, para ver ser alguém teria alta para poder internar”

Segundo Jesus, hoje existe muitos servidores despreparados e as pessoas não podem voltar sem atendimento: “Quem procura o serviço médico o faz por necessidade. O Secretário precisa humanizar o atendimento, pois a pessoa doente já chega debilitada e, sem atendimento, volta para casa mais debilitado. Saúde tem de ser prioridade”.

Fonte: contilnet

COMPARTILHAR