Sobe para 3 o número de mortos em atentado a festa de aniversário no bairro Floresta

Dos quatro jovens atingidos a tiros dentro de uma casa no Conjunto Novo Horizonte, bairro Floresta, durante uma festa de aniversário na noite de sexta-feira (2), somente uma sobreviveu e as outras três morreram, sendo que Luana Aragão, de 21 anos, morreu dentro de uma viatura do Samu, ainda no local.

Os jovens Rafaela Santos, de 18 anos, e Renan Barbosa Silva, de 19 anos, morreram na madrugada deste sábado (3) no Pronto Socorro de Rio Branco.

A única sobrevivente Cleiciane Rodrigues (Cleice), de 18 anos  atingida com tiro na perna não corre risco de morte, e continua  internada.

O crime ocorreu quando Renan, Luana, Cleice, Rafaela e outras pessoas estavam em uma casa na Rua Ademar de Barros, localizada no Conjunto Novo Horizonte, quando um homem identificado pelo nome de Matheus invadiu a festa e começou a atirar contra as pessoas.
Testemunhas contaram à polícia que Matheus chegou na casa a pé e após de atirar cerca de dez vezes, saiu da casa de arma em punho e fugiu.

Câmeras de segurança de uma residência registrou toda a movimentação do suspeito, que, de acordo com moradores do local, reside no bairro e é integrante de uma facção criminosa.

A polícia ainda não sabe a motivação do crime, mas rumores dão conta que Luana, a primeira vítima fatal, também seria integrante da facção.  Tais suposições surgiram depois que a polícia teve acesso a uma foto da jovem divulgada em uma rede social, em que Luana faz pose e sinal da facção com uma das mãos. Por enquanto a única certeza é a autoria das mortes, pois várias pessoas testemunharam e reconheceram o criminoso e a morte de três das quatro vítimas.