Taxas do FNO para operações não rurais seguem reduzidas até 31 de março de 2017

Publicado em 12 de janeiro de 2017 às 22h:46

Por Mário Célio

Os interessados em utilizar os recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), efetuado pelo Banco da Amazônia, neste ano para operações não rurais como investimento, capital de giro e comercialização e para financiamento de projetos de ciência e tecnologia contam com juros reduzidos até o dia 31 de março de 2017. Essa vantagem foi resultado de decisão aprovada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em reunião ordinária realizada no mês passado.

“Queremos começar 2017 com os projetos internalizados conosco e prospectar novos clientes. Então, esta resolução do CMN veio para beneficiar quem está buscando investir ou dinamizar seus empreendimentos e ainda garante bônus para quem paga em dia”, afirmou o presidente do Banco, Marivaldo Melo.

Para as operações de investimento com ou sem capital de giro associado, para receita bruta de até R$ 90 milhões, a taxa de juros ao ano do FNO caiu de 11,18% para 9% e, para quem pagar em dia, há bônus de adimplência de 15%, passando a taxa anual para 7,65%. Para receita bruta acima de R$ 90 milhões, os encargos são de 10,59% ao ano e, com o bônus de adimplência, esses diminuem para 9% ao ano.

Quanto às operações de capital de giro e comercialização, as taxas anuais do FNO agora são as seguintes: 13,75% para receita bruta de até R$ 90 milhões e, com bônus, reduz para 11,69%; e de 15,90% para receita bruta acima de R$ 90 milhões, sendo que reduz para 13,52% com o bônus de adimplência.

Os encargos financeiros baixaram, ainda, para os financiamentos de projetos de ciência, tecnologia e inovação. Para empresas com receita bruta até R$ 90 milhões, os encargos são de 8,10%, mas que pagar em dia, essa taxa cai para 6,89% ao ano. Para quem tem receita acima de R$ 90 milhões, a taxa fica em 9,50%, mas com o bônus de adimplência, os encargos caem para 8,08%.

“Por meio de linhas de financiamentos adequadas às necessidades da região, o Banco apoia as oportunidades de negócios, adotando taxas e prazos que possibilitam a implantação e o crescimento das empresas, proporcionando novas oportunidades de emprego e aumento de renda”, ponderou o presidente Marivaldo Melo.

COMPARTILHAR