Tião Viana corta R$ 17 milhões da Saúde e aumenta orçamentos do TJ, TCE e MPE para 2018

Publicado em 12 de dezembro de 2017 às 15h:47

Por Mário Célio

O governo do Acre encaminhou no ‘apagar das luzes’ do ano Legislativo, na penúltima sessão, nesta terça-feira (12), o projeto de lei 87/2017 que prevê uma estimativa de R$ 6,6 bilhões para serem gastos com a máquina estatal em 2018, sendo que houve um aumento de 1 bilhão comparado ao recurso utilizado em 2017.

O orçamento para a Educação deve ser de R$ 939,1 milhões, sendo que em 2017 o valor foi de R$ 811,3 milhões. Já para a Saúde, o investimento será menor que em 2017 que foi de R$ 400 milhões e em 2018 será de R$ 383,1 milhões, apresentando um corte de quase R$ 17 milhões em uma das mais importantes pastas do Estado.

A Aleac deve contar com R$ 144 milhões, 7 milhões a mais que o valor destinado em 2017, que foi de R$ 137 milhões. Já o Tribunal de Contas do Estado (TCE-AC) terá R$ 51,9 milhões, sendo que em 2017 ficou com R$ 49,1 milhões.

A verba que será destinada ao Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC) também teve um aumento de R$ 8,4 milhões do repasse, chegando a R$ 240, 9 milhões, enquanto em 2017 o valor repassado ao órgão do Judiciário foi de R$ 232,5 milhões.

O Ministério Público do Acre (MP/AC) deve ter um orçamento de R$ 123,064 milhões, em 2017 o repasse foi R$ 103,4; e a Defensoria Pública terá em 2018 um orçamento de R$ 24,4 milhões.

Os parlamentares deverão votar até o início da noite de terça-feira a materia legislativa que após aprovada será sancionada pelo governador Tião Viana.

COMPARTILHAR