Trabalhadores dos Correios sinalizam possível greve a partir do dia 26; categoria quer entregas diárias

Publicado em 20 de abril de 2017 às 21h:25

Por Mário Célio

Os trabalhadores dos Correios participarão de uma assembleia às 18 horas de quarta-feira (26/04) para decidir se a categoria deve entrar em greve por tempo indeterminado. O objetivo é demonstrar o descontentamento dos funcionários que estão tendo os direitos retirados.Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Empresa de Correios e Telégrafos do Acre (Sintect/AC), Edson Pinheiro, é uma resposta da categoria aos ataques promovidos pela direção da estatal, como a suspensão das férias por um ano, demissões em massa e fechamento de agências.

“No Acre, a classe também reivindica que a entrega volte a ser diária, atualmente, a entrega é alternada, o que penaliza o trabalhador, que está sobrecarregado com a realização de entregas de outras áreas, e a população, que recebe encomendas atrasadas. Além disso, os trabalhadores são contra o sucateamento e a privatização da empresa”, protestou o sindicalista.

A greve é de caráter nacional e busca demonstrar ainda que a empresa não está sofrendo com prejuízos, como vem sendo divulgado pela diretoria da estatal. Uma auditoria está finalizando o trabalho para demonstrar como está a saúde financeira dos Correios.

De acordo com Edson Pinheiro, a presença dos trabalhadores na assembleia é fundamental para mostrar que os funcionários de todo o Estado estão revoltados com a retirada de direitos.

COMPARTILHAR