Agente penitenciário é preso ao tentar entrar no presídio com munições, dinheiro e celular

Uma equipe da Delegacia de Repreensão ao entorpecente (DRE), comandada pelo delegado Pedro Resende, prendeu na manhã desta terça-feira (20), um agente penitenciário que tentava entrar no presídio com munições de uso restrito, celular e dinheiro.

O delegado informa que já há algum tempo a Polícia Civil vem investigando a participação de agentes de segurança pública que agem promovendo organizações criminosas e, na manhã de hoje, conseguiram flagrantear Marivaldo Vitor da Silva, de 46 anos, em posse de munições de uso restrito das polícias, cerca de mil reais em dinheiro e um celular. Em seu veículo, a polícia encontrou um bilhete de determinada facção criminosa solicitando a entrega dos materiais. Ao ser interrogado, o agente negou participação em qualquer facção criminosa e alegou que o bilhete teria sido apreendido durante uma revista.

Material apreendido com o agente /Foto: Reprodução

“Nós o abordamos na entrada do presídio Antônio Amaro, a qual ele tentava entrar com todo esse material, entre eles as munições que ele não é autorizado a portar. No carro encontramos um bilhete com o pedido dos presos que ele alegou ter encontrado em revista no presídio, mas, se encontrou, era para ter entregue à administração do presídio e não ter guardado no carro. Com isso, agora ele será indiciado por porte ilegal de munição de uso restrito, por promover organização criminosa e ainda por corrupção passiva”, disse Resende.