Ameaças de guerra entre facções rivais deixa moradores de Feijó em Pânico

A guerra entre facções, extrapola os muros dos presídios, afeta comunidades e está expressa também nas redes sociais. Jovens que se autodenominam integrantes das organizações (CV) comandadas de dentro de unidades prisionais usam Facebook e outros meios de interação para fazer apologia a crimes e ameaças.

De acordo o vídeo postado por meio de redes sociais, a organização (CV), declara abertamente, que são, integrantes de tropas do acre, e representam os municípios de Feijó e Tarauacá. Além de convocarem outras facções rivais denominadas “PCC, Alemão, B13 para uma guerra sangrenta.

Com a turbulência gerada por meio de uma possível guerra entre as facções, moradores dos bairros; Geni Nunes, Conquista, Zenaide Paiva Bela Vista, se sentem atordoados com o clima de terror, que assola o município de Feijó.

“As condições sociais que o Brasil passa, que são o desemprego, falta de segurança, educação, saúde, e a crise como um todo, geram um vácuo que o estado não consegue preencher. Esse espaço acaba propício para a expansão do crime organizado, inclusive, entre os jovens que têm o desejo de se auto