Em crise política, o PT de Feijó corre o risco de não ter candidatura a deputado “os nomes sondados resistem aos assédios dos velhos caciques”

Em evidente crise política que atravessa o Partido dos Trabalhadores, no município de Feijó, (PT), caberiam as velhas lideranças procurarem uma nova formula de fazer política, sob pena de verem suas pretensões desabar de ladeira abaixo.

“Na atual conjuntura que dispões o PT, fica claro que os nomes cogitados pela cúpula do palácio Rio Branco, não querem se ariscarem em a aventuras impostas por seu comandantes” Tudo por conta de estratégia que beneficiariam somente os atuais detentores de mandatos. “Além do vereador Mauro Defeson Barroso Braga, outros nomes figuram na lista, que o partido dos trabalhadores tentam a convencê-los a servirem de bode expiatório, nas próximas eleições”

Diante de todo esse imbróglio, a cúpula petista, ainda teria pela frente um enorme abacaxi para descascar. Já que os nomes sabatinados pelo PT, em sua maioria estão comprometidos em cargos de confiança indicados por seus apadrinhados políticos. “E pelo andar da carruagem, se percebe que os petistas perderam o controle de seu comandados” diferente de outras eras, que só diziam Amém.

Com desistência do vereador Mauro, nomes de Mêrla Albuquerque, Cardoci Paiva e Jaciara Rodrigues seriam as alternativas que o PT encontraria para arrumar palanque a pre-candidatura de Marcus Alexandre, e além da ala considerada testa de ferro do governador. Não se sabe se eles topariam tal façanha, e ou iriam conscientes, que seriam apenas coadjuvante da política local.