EM FEIJÓ: polícia localiza homem quase degolado em terreno baldio

Os policiais civis e militares localizaram na manhã desta terça-feira, (1º) em um varadouro que liga os bairros; Zenaide Paiva e conquista, um homem morto identificado por José Flavio da Silva de 27 anos. O corpo da vítima foi encaminhado ao Hospital Geral de Feijó, e apresentava golpes profundo na parte do pescoço e em seu rosto.

 Flavio como era conhecido em Feijó trabalhava a 6 anos, na madeireira do Paulo, localizada na BR 364. Segundo o gerente Luiz, conhecido pela acunha de parafuso, Flavia teria cumprido seu expediente normalmente na segunda-feira, mas ao anoitecer, ele teria procurado a gerencia da empresa e solicitado um adiantamento de R$50,00, que segundo Flávio seria utilizado para compras de mantimentos, destinados ao seu filho recém-nascido.

Nossa reportagem foi informada pela irmã da vítima, Maria Elisandra da Silva Ferreira, que a última vez que viu seu irmão vivo, foi na segunda-feira, quando Flávio teria levado, seu filho recém-nascido, juntamente com sua esposa a um rezador, no início da noite.

Outras informações prestadas por Luiz (Parafuso) dão contas ter visto Flávio por volta das 21:00 Horas no bar verde, no bairro Zenaide Paiva. Ele disse ainda que teria almoçado com Flávio um dia antes de sua morte, em sua residência.

A equipe de investigação da polícia civil, sob o comando do delegado, Dr. Obetânio, já estão trabalhando interruptamente para desvendar mais um caso de morte misteriosa em Feijó.