Emoção e respeito no último adeus ao ex-Venerável Mestre Maçônico Zequinha Leitão

Numa clima de emoção, respeito e honras, foi sepultado no cemitério Santa Cecília, no final da tarde da quarta-feira, (21), o corpo do ex-secretário de agricultura e ex-Venerável Mestre da loja Maçônica de Feijó, José Fernandes leitão (Zequinha Leitão), que morreu vítima de um, ataque fulminante.

O velório aconteceu no salão da loja Maçônica de Feijó, Coronel, José Plácido de Castro. Muitas homenagens e condolências foram prestadas à Zequinha Leitão e à família, por amigos, autoridades e integrantes da Loja Maçônica de Feijó, onde o ex- Venerável frequentou por mais de duas décadas chegando ao grau Mestre por duas vezes. ” Participou ainda, da criação do Capítulo Demolay e também do bethel das filhas de Jó”Na vida pública foi Secretário de Agricultura, trabalhou na secretaria de obras na gestão do prefeito Mêrla. Atualmente exercia a função de coordenador do aeroporto de Feijó. Cargo considerado de confiança na esfera estadual. Zequinha Leitão mantinha muitas amizades sendo considerado um Maçom Benevolente.

No final da homenagem maçônica, a esposa e professora Maria Mirnes Soriano Oliveira bastante emocionada, fez um agradecimento aos membros da Maçonaria ao afirmar que nutre muito carinho e respeito à instituição.

“Antes do cortejo seguir para o cemitério, uma missa foi celebrada na Igreja Matriz, Nossa senhora do Perpétuo Socorro”. Por volta de 17h20min, o corpo chegou ao cemitério, Santa Cecília e seu sepultamento só ocorreu às 17h30min, e o silêncio tomou conta dos presentes.

Os maçons cruzaram as mãos formando uma corrente, e em seguida giraram para a esquerda e a direita, e colocaram folhas de acácia sobre o caixão. “Acácia foi a árvore que marcou o lugar onde foi sepultado aquele a quem reverenciamos”, relatou Rildo Ribeiro Resende. Em seguida, um deles deixou a seguinte mensagem: “Desejamos a toda a família muita força e que não vejam a morte como um fim, mas um recomeço ao lado do grande construtor do universo”.