Gladson anuncia contratos na Segurança e manutenção de secretário da Produção

O governador Gladson Cameli voltou a utilizar o programa de rádio no sábado pela manhã para anunciar medidas de governo e expor sua opinião e seu posicionamento a respeito de temas de sua administração.

No programa de ontem, Gladson anunciou que até o final de julho deve contratar todos os aprovados no concurso da Segurança Pública, medida que vem sendo insistentemente cobrada de seu governo. Com esse anúncio, o governador põe fim à polêmica e tranquiliza os classificados.

Gladson, que pretende iniciar um programa de visitas a todos os municípios, para anunciar e inaugurar obras, marcou seu primeiro deslocamento para Plácido de Castro, onde entrega mais de cinco quilômetros de ruas pavimentadas no perímetro urbano, realização da Secretaria de Infraestrutura.

Cameli anunciou também que, no plano de recuperação de ramais, 400 quilômetros de estradas acreanas darão ênfase imediata aos trabalhos na AC-40, no trecho até Senador Guiomard e de lá a Plácido de Castro.

O governador anunciou também convênio com o Incra para mais dinheiro de recuperação de ramais, que, somado à liberação de emenda da bancada, já disponibiliza R$ 105 milhões para o trabalho no Estado.

Gladson determinou à Secretaria de Produção que recolha todas as máquinas ainda em poder de fazendeiros e grandes produtores entregues por empréstimo ainda no governo passado e as repasse imediatamente para o Deracre, que também terá R$ 50 milhões para compra e investimento em maquinário para atuar nos ramais.

Ainda no programa de rádio, Gladson se disse preocupado com a situação do Depasa, especialmente com a oferta de água tratada, que não vai tolerar falta de água e acenou até com a possibilidade de privatização da atividade.

Na área de Produção, rejeitou totalmente sugestões e intrigas de que estaria insatisfeito com seu secretário Paulo Wadt; reiterou sua confiança e fé no trabalho a ser executado, que Gladson aponta contar com todo seu aval.

Disse que mandou desativar todos os radares de competência do governo do estado e se mostrou disposto a anistiar as multas de motoristas flagrados por eles. Anunciou ainda que determinou a demolição do prédio no centro da cidade onde funcionou a superintendência da Polícia Federal e que, em seu lugar, vai instalar um estacionamento público a ser gerido e com renda revertida para uma entidade de assistência social.

Finalmente, disse que é governador de todos os acreanos, que as denúncias de pessoas ligadas a oposição em seu governo se dão por causa de indicações de secretários e que quer acabar com essas intrigas políticas.