Guerra política em ninho tucano pode esvaziar partido em Feijó

“Acusados de infidelidade partidária pela executiva estadual e diretório municipal” os vereadores José Maria e José Cleomar do Nascimento (Cabeludo) e ainda os ex. vereadores, Francisco Valério da Silveira (Severiano) e Matildes de Araújo Silva foram notificados pelo Conselho de Ética do PSDB, a deixarem o partido, sob pena de serem expulsos de acordo com o regimento interno do partido, descrita no Título IV, capítulo I do presente Estatuto.

A direção do PSDB acusa-os parlamentares de suposta infidelidade nas eleições para governador de 2018 e cita em suas notificações, que as lideranças psdbistas, não apoiaram as candidaturas impostas pelos os tucanos, embora seja de conhecimento da direção, que todos os candidatos faziam parte da mesma coligação, inclusive as candidaturas majoritárias.

“Com a eminente revoada dos tucanos do bico duro, o PSDB ficará órfão de representante na Câmara Municipal de Feijó e deixará de ser aliado do prefeito Kiefer Roberto (PP) nas próximas eleições municipais”

Consultado por nossa reportagem, o presidente do diretório municipal Luciano, “explica” Estamos agindo para o bem do partido, “vamos começar do zero e reforçar com novas filiações e trabalhar a pré-candidatura de Pelé Campos a prefeito de Feijó.

“Em respostas ao Conselho de Ética, as lideranças apontam falhas na direção do partido e citam as regras equivocada e tendenciosas em meios as inúmeras lambanças, sem consultas prévias aos seus filhados. “Se o Conselho de Ética funcionasse de verdade teria, expulsado o próprio presidente e outras figuras psdbistas, que deixaram de apoiar nas eleições de 2014, as candidaturas a deputados estadual, Doutor Baba e Matildes.

De acordo com os bastidores da política muitas surpresas, ainda virão em meio a essa turbulência política no município de Feijó, onde o quadro tende a se agravar com as mudanças na lei eleitoral.