lideranças indígenas da etnia Shanenawá de Feijó se reúne com a presidência do TJAC

A presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), em exercício, desembargadora Eva Evangelista, recebeu, no início da tarde desta sexta-feira (8), no gabinete da Presidência do TJAC do Palácio da Justiça, uma comissão de líderes indígenas da etnia Shanenawá, do município de Feijó, distante cerca de 360 quilômetros de Rio Branco.

Durante o encontro, o cacique Inácio Shanenawá passou às mãos da desembargadora-presidente, em exercício, o convite para o 8º Nuke Munuti, que acontecerá no período de 20 a 22 de julho deste ano, em sua aldeia, cujo objetivo é fortalecer a cultura daquele povo indígena.

Na oportunidade, a comissão convidou a desembargadora Eva Evangelista, na qualidade de coordenadora estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar e que fez inserir os povos indígenas à campanha a qual coordena, para ministrar uma palestra, durante o evento, sobre o tema.

Ao agradecer pelo convite, a decana da Corte de Justiça Acreana destacou a importância e o compromisso daquelas lideranças em manter intacta a cultura de seus povos, enfatizando o compromisso da Instituição em promover o bem da sociedade, oferecendo os melhores serviços, e assegurando os direitos dos cidadãos.

Também do encontro, participaram a vereadora de Feijó Terezinha Moreira, o professor indígena Carlos Shanenawá, a liderança jovem indígena Andresa Brandão, e Alcineia Shanenawá.