Morre indígena Katukina que recebeu a primeira vacina em Cruzeiro do Sul

O cacique Fernando Rosas Katukina, de 56 anos, liderança política do Povo Noke Koi da Terra Indígena Katukina do rio Campinas, morreu na madrugada desta segunda-feira (1), em Cruzeiro do Sul.

Segundo o site Juruá em Tempo, o cacique faleceu por volta das 3:40 na Aldeia Campinas. Ele foi o primeiro vacinado contra covid-19 em Cruzeiro do Sul e sofria de diabetes há alguns anos, o cacique já estava visivelmente debilitado quando foi imunizado. Familiares e pessoas próximas acreditam que foi a diabetes a causa de seu falecimento.

Fernando Rosas Katukina, chamado na língua de seu povo de “Kapi Icho” foi a primeira geração do povo Noke Koi a crescer em terras já demarcadas; seu pai, Antônio Rosas foi um dos responsáveis pela luta de demarcação da TI Katukina do rio Campinas. Fernando foi uma das principais lideranças na articulação com o governo do estado pelas ações de mitigação da construção da BR-364 que atravessa a terra indígena.

Nesta manhã seus familiares e membros das outras cinco aldeias se encontram reunidos em sua residência para o momento de despedida.