Pesquisa aponta Kiefer Roberto como 2º melhor prefeito do Acre

Além de divulgar os números acerca da avaliação do governo Gladson Cameli, a pesquisa da Federação das Indústrias do Acre (Fieac) em parceria com o Instituto Data Control, também divulgado na manhã desta quinta-feira, 31, a avaliação dos prefeitos focado nas cidades pesquisadas: Rio Branco Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Tarauacá, Feijó e Brasiléia.

Segundo dados divulgados pela Federação das Indústrias do Acre (Fieac), Kiefer Roberto (PP) é segundo no ranking entre os prefeitos mais bem avaliados dos acreanos. De acordo com a pesquisa do Instituto/Data Control, divulgada pela federação, o prefeito de Feijó, só perde para a Prefeita de Brasiléia Fernanda Hassem. A gestora é considerada boa ou ótima por 75% dos moradores da cidade.

Já em Feijó, a gestão do prefeito Kiefer Cavalcante é considerada ótima ou boa por 44,4% dos entrevistados. 28,9% afirmaram ser regular e 24,4% destacaram ser ruim ou péssima, sendo 13,3% ruim e 11,1% péssima. 2,2% não souberam ou não responderam.

De acordo com pesquisa realizada de 19 a 27 de outubro e com margem de 3% e o nível de confiança de 95%, 22% dos entrevistados consideram a gestão de Socorro Neri em Rio Branco como ótima e boa, sendo 4,7% ótimo e 17,3% bom. 36,6% dos entrevistados consideram a gestão municipal da capital como regular. Já 36,2% consideram a gestão de Neri ruim ou péssima, sendo 13,3% como ruim e 11,1% como péssima. Não souberam ou não responderam registrou 2,2%.

Com relação a Cruzeiro do Sul, a pesquisa aferiu que 37% consideram a gestão de Ilderlei Cordeiro como ótimo e boa, sendo 8,5% ótimo e 28,5% bom. 32,5% consideram regular e 27,5% afirmar ser ruim ou péssima, sendo registrado ruim 9,5% e 18% péssimo. 3% não souberam ou não responderam.

Sena Madureira também foi alvo da pesquisa. Para 40% dos entrevistados, a gestão de Mazinho Serafim é considerada ótima e boa, sendo 13,3% ótimo e 26,7% boa. 33,3% consideram a gestão regular e 26,7% afirmaram ser ruim ou péssima, sendo 14,2% ruim e 12,5% péssima.

Em Tarauacá a pesquisa demonstrou que a prefeita Marilete Vitorino está em baixa com a população. Somente 7% consideram a sua gestão ótimo ou boa, sendo 3% ótimo e 4% boa. 17% consideram regular e o que mais chama atenção é a rejeição: para 76% dos entrevistados, a gestão municipal é ruim ou péssima, sendo 20% ruim e 56% péssima.