Queda de barranco destrói casas, após chuva em Feijó

O desmoronamento de um barranco provocou a destruição de casas localizadas na Rua Epaminondas Martins, na parte central da cidade. O incidente aconteceu durante a forte chuva que caiu na madrugada deste sábado (12). Segundo informações da Defesa Civil, e corpo de bombeiros, nenhum dos moradores saiu ferido do local.

De acordo com a proprietário de uma das residências, Venilson, no momento do deslizamento, ela estava na casa junto com a família e afirma tudo aconteceu rapidamente. “Quando vi, só deu para perceber que a cozinha estava desabando e descia juntamente com o barranco.Outra pessoa que teve a casa atingida foi Raimunda Nonato de Lima Oliveira de 63 anos. “Foi um susto enorme”. O pior é que, se continuar assim até o final de março, nossas casas serão totalmente destruídas e levadas pelas águas do rio, desabafa a moradora. “Só Deus pode olhar por nós. Do jeito que há uma demora na solução e as chuvas constantes dos últimos dias, temos medo de acontecer uma tragédia a qualquer momento”, afirmou.

Em tom de revolta o morador mais antigo da localidade, José Jesus Taumaturgo, disse que as promessas de políticos em resolverem a situação completam 16 anos. “Somos um povo esquecidos depois das eleições. Estamos cansados de desmontar e montar nossas casas para fugir dos eminentes perigos que nos cercam nos períodos invernosos e ninguém toma qualquer providência. Agora é a vez de apelarmos para atual prefeito de Feijó, que também foi eleito com os nossos votos”, declarou.

De acordo com os responsáveis pela Defesa Civil e Corpo de Bombeiros no município de Feijó, que estiveram no local para avaliar os estragos causados pelas as chuvas. “Dez casas apresentam reais riscos de desabar a qualquer momento diante da circunstância que a encosta do rio Envira apresenta.” Um laudo está sendo elaborado e a probabilidade de interdição das moradias é eminente. Disseram.