Saúde encontra fezes de barbeiro em açaí e convoca consumidores para fazer exame

A Secretaria de Saúde de Rio Branco divulgou nesta sexta-feira (1) uma nota de chamamento público destinada a quem consumiu açaí adquirido no Mercado Municipal Elias Mansour em novembro, dezembro e janeiro, para que se submeta à realização de exames preventivos de diagnóstico de doença de Chagas.

Ao realizar inspeção de rotina em mercados e pontos de comércio popular, a Vigilância Sanitária de Rio Branco constatou em amostras do açaí do Mercado Elias Mansour fragmentos positivos do inseto conhecido popularmente como barbeiro, o protozoário parasita Trypanosoma cruzi, causador da doença de chagas.

“Estamos seguindo um protocolo de saúde pública e convidando a população que consumiu açaí do Mercado Elias Mansour para que para realizar exames a partir de segunda-feira”, afirmou o secretário Oteniel Almeida.

A Secretaria de Saúde de Rio Branco dispõe de uma sala de coleta exclusiva para esse público no Centro de Apoio e Diagnóstico, localizado em frente ao Centro de Hematologia e Hemoterapia do Acre (Hemoacre), próximo ao Teatrão. O atendimento será realizado de 7h às 12h e das 14h às 17h, exclusivamente no período de 4 a 18 de fevereiro. Os resultados dos exames serão após três dias úteis.

Embora seja preparado de forma artesanal, a produção de açaí demanda a expedição de um certificado de origem do produto. A emissão do certificado e o controle de transporte do fruto são de responsabilidade do Instituto de Defesa Agropecuária do Acre (Idaf). O controle e inspeção de qualidade cabe à Vigilância Sanitária.