Seis familias do Acre terão que devolver 10 mil para o bolsa família

Seis famílias acreanas foram notificadas pelo governo federal, por meio do Ministério da Cidadania, a devolver as quantias recebidas através do programa Bolsa Família indevidamente. O valor total a ser devolvido pelas famílias do Acre é de cerca de R$ 10 mil.

Segundo o governo, foi verificado por meio de auditoria da Controladoria Geral da União (CGU) e do Tribunal de Contas da União (TCU) que tais pessoas não se encaixavam no perfil prioritário para recebimento do benefício. A cobrança é referente aos dados que foram cadastrados desde 2018.

Mais de 88 mil pessoas recebem o benefício no Acre. As famílias que receberam a notificação têm até 30 dias para apresentar defesa junto ao Ministério da Cidadania. Quem não apresentar defesa ou não pagar terá o nome incluso no Cadastro Informativo de Créditos não quitados do Setor Público Federal (Cadin) e no sistema de cobrança do Tribunal de Contas da União (e-TCE).