Sem comitivas, Cavalgada 2018 registra fracasso de público e apenas 37 cavalos

Cavalgada tem maior participação de cavaleiros em 2018 (Foto: Aline Nascimento/G1)

Sem comitivas e apenas com a participação de cavaleiros e quadriciclos, a Cavalgada 2018 abre oficialmente a Expoacre 2018, maior evento agropecuário do estado. Diferente dos anos anteriores, poucas pessoas participam esse ano.

A concentração ocorreu na Gameleira, no Segundo Distrito de Rio Branco, com saída da Tentamen, às 9h30, e termina no Parque de Exposições Wildy Viana. Antes de o evento iniciar, um culto ecumênico com a participação de um pastor e um padre foi feito. Nem a Polícia Militar (PM-AC) nem a organização informaram o número de participantes do evento.

Ao todo, a secretária de Turismo e Lazer do Acre, Rachel Moreira, disse que a organização recebeu inscrições de 148 cavalos e 55 quadriciclos. Mas de acordo com organizadores, apenas 37 animais participaram da festa.

“Quando chegarem no parque, a festa continua e as pessoas vão poder aproveitar o resto da tarde. As inscrições estavam abertas para comitivas, quadriciclos e cavaleiros, é um evento privado e o governo participa como organizador. Mas, não tivemos inscrições de comitivas”, afirmou.

Em relação à falta de comitivas, a secretária explica que o evento está em fase de transição e que as pessoas podem se divertir da mesma forma.

“Muitas pessoas estão dizendo que a Cavalgada acabou, mas está acontecendo uma transição. Tivemos um período onde só tinha a participação de cavaleiros, depois uma época que eram só as comitivas, e nessa época os cavaleiros deixaram de participar. Com a saída das comitivas, a gente está tendo o retorno dos cavaleiros, isso é um processo”, afirmou.

‘Muito protocolo’, diz participante

José Aristides Junqueira Franco diz que todos os anos participa da Cavalgada com a família. Esse ano foi apenas com o filho de 12 anos, mas fala que se surpreendeu com o baixo número de participantes.

“Esse ano teve muito protocolo e o pessoal espantou e desanimou de participar da Cavalgada. Aqui já teve Cavalgada com 2 mil cavalos”, afirmou.

Com informações do G1