Vanda Milani defende pró-calcário para fortalecimento da agricultura familiar e setor produtivo

A deputada federal Vanda Milani (Solidariedade-Ac) debateu durante toda manhã desta terça-feira (6), com o secretário de estado de produção e agronegócio do governo do Acre, Edvan Azevedo, projetos para fortalecimento do setor produtivo do Estado.

Entre os assuntos abordados, está o projeto de aquisição de calcário com o objetivo de aumentar a produtividade agrícola e a fertilidade do solo em pequenas propriedades. “O maior gargalo é o custo do transporte para o pequeno produtor” disse Edvan Maciel durante explanação à deputada.

A deputada assumiu o compromisso de na próxima semana, em agenda com a ministra da agricultura, Tereza Cristina, em Brasília, buscar ajuda do governo federal para a execução do programa Pró-calcário junto aos produtores do Acre.

“Esse investimento é fundamental para a conservação do solo e o aumento da renda dos nossos produtores, com um detalhe importante, que a fertilização em algumas propriedades evita o avanço do desmatamento tornando o estado cada vez mais sustentável” defendeu Vanda Milani.

O calcário é um insumo que proporciona benefícios como a elevação da fertilidade dos solos, neutralização de elementos tóxicos e correção da acidez do solo, controlando o nível de pH (potencial hidrogeniônico) da terra – o que resulta em melhoria da produtividade agrícola.

Vanda Milani pediu que o programa, uma vez viabilizado, priorize a distribuição para agricultores familiares mais carentes, em localidades com elevada taxa de pobreza, comunidades indígenas e que atenda regiões com políticas de sustentabilidade.

De acordo Edvan Maciel, na primeira fase, estima-se que será possível alcançar mil pequenas propriedades, uma vez que a recuperação de solos degradados irá favorecer a expansão da cadeia produtiva e, com isso, fazer ingressar cerca de 10 mil hectares no programa de calcário nos solos.

Outra ação que o gabinete da deputada busca é a de agregar a distribuição de calcário, à entrega de kits de mecanização da terra com uso de micro tratores. Os recursos estão em fase de empenho junto ao governo federal.

“A agricultura familiar é, sem dúvida, de vital importância econômica e social do espaço rural. Creio que esses incentivos vão melhorar ainda mais a relação entre trabalho e gestão e a qualidade de vida dos produtores. Estamos buscando a liberação desses recursos para distribuição desses kits” concluiu a deputada.