Vanda Milani é indicada vice-presidente do Solidariedade da região Norte.

Nesta quinta-feira, 15, o partido Solidariedade realizou em São Paulo convenção do Diretório Nacional para deliberar sobre a aprovação de mudanças no Estatuto Partidário, a resolução/regimento de plano de estruturação de cargos e salários dos órgãos do Solidariedade, além de planejamento do programa partidário e discussão sobre as metas do partido.

O partido vem se destacando no cenário político nacional por manter uma posição de equilíbrio político aliado a um diálogo crescente e construtivo com o Governo Federal. Fundado em 2013, o Solidariedade conta hoje, em nível Legislativo, com 14 deputados federais, 29 estaduais e 1618 vereadores.

No decorrer da convenção, a deputada federal Dra. Vanda Milani foi surpreendida com sua indicação, a unanimidade, para ocupar, de imediato, a vice-presidência do Solidariedade da região Norte. A designação foi uma demonstração de reconhecimento e confiança da agremiação no trabalho que a parlamentar vem desenvolvendo na Câmara Federal. O exercício da vice-presidência virá consolidar uma posição de prestígio – já em primeiro mandato – conquistado por Dra Vanda Milani dentre seus pares.

Desafio

-A vice-presidência do Solidariedade da região Norte será mais um desafio em minha atuação político-partidária e parlamentar. Sinto-me profundamente gratificada e determinada em realizar um trabalho que venha ao encontro das expectativas de meus colegas de partido-, disse Vanda Milani.

A parlamentar finalizou dizendo que a indicação vem coroar um empenho contínuo e consciente de realizar um trabalho político “que atenda os anseios da minha agremiação partidária, o Solidariedade, e responda às aspirações e interesses do Estado que represento, o Acre, e meu país”. Para a deputada, “a indicação é uma honra que vai se traduzir em esforço redobrado para corresponder o apoio e a responsabilidade que me foram atribuídos”.