EM FEIJÓ: Secretário de segurança participa da caminha contra exploração sexual de crianças e adolescente

Publicado em 19 de maio de 2017 às 22h:51

Por Mário Célio

O Conselho Tutelar de Feijó em parceria com a Secretaria de Assistência Social e escolas públicas, realizou na manhã desta quinta-feira (18), uma caminhada pelas principais ruas da cidade visando combater a exploração e o abuso sexual de crianças e adolescentes, marcando o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual.

O evento foi realizado para mobilizar a população Feijoense, sobre a importância das denúncias para combater o abuso sexual, encorajando as pessoas para que denunciem os casos, visando combater a impunidade e proteger as crianças e adolescentes. A caminhada foi prestigiada pelo o secretário de segurança pública do estado do Acre, Justiça Judiciária, polícia militar, corpo de bombeiros, vereadores e igrejas.A data foi criada para lembrar o “Caso Araceli”, ocorrido em Vitória, no Estado do Espírito Santo. A menina Araceli Cabrera Sanches, então com oito anos, foi sequestrada em 18 de maio de 1973, drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba, e mesmo com muita gente acompanhando o andamento do caso, desde o momento em que a criança entrou no carro dos assassinos até o aparecimento do seu corpo, desfigurado pelo ácido, em uma movimentada rua da cidade de Vitória, todos se calaram, decretando a impunidade dos criminosos.

Até hoje os responsáveis, filhos de famílias da alta sociedade de Vitória (ES), nunca foram responsabilizados. As pessoas precisam ser vigilantes e denunciar os casos de abusos sexuais contra crianças e adolescentes. O telefone que o denunciante pode utilizar sem precisar ser identificado é o disque 100. A ligação é gratuita

Compartilhar

Comente essa matéria