Filha de feijoense é escolhida para o cargo de Procuradora-Geral do MPAC

Publicado em 05 de dezembro de 2017 às 14h:26

Por Mário Célio

Procuradores e promotores de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) elegeram manhã quinta-feira, 30, unanimemente com 95% de aprovação, a procuradora de Justiça Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, para o cargo de procurador-geral de Justiça no biênio 2018-2020.

A atual corregedora-geral do MPAC. Katia Rejane, é filha de ex-vereador Feijoense, o saudoso Luiz da Costa Rodrigues, Conhecido por (Lulu) um dos primeiros Legisladores eleito com uma expressiva votação na era do ex-prefeito Raimundo de Augusto de Araújo.

A família da Procuradora-Geral, é exemplo de história política na fundação e construção da terra do açaí. Suas ações durante a trajetória de vida em Feijó deixaram numerosas conquistas reconhecidas por todos os seguimentos da sociedade. A mais recente homenagem, foi agraciada a sua avó Nair Correia de Araújo, nome dado a mais moderna e luxuosa maternidade de Feijó.

A Procurador-Geral eleita, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, ressaltou que a missão constitucional da instituição será um dos nortes da nova gestão. “Somos um órgão técnico e vamos continuar implementando melhorias em nossa atividade finalística. Nosso dever de contribuir para o controle externo e, consequentemente, com a tutela do patrimônio público é a nossa contrapartida para a sociedade”, disse Kátia Rejane.

Ele ressaltou ainda que a partir da atual situação econômica brasileira, os órgãos de controle tem o desafio de exigir mais eficiência dos gestores com relação ao dinheiro público. “Na medida que cobramos mais e os serviços são otimizados e prestados com mais eficiência, a gente garante, no final das contas, a dignidade da pessoa humana, que é um dos principais os fundamentos da república federativa do Brasil.”

COMPARTILHAR