Jovem furta e ameaça de morte professora

Publicado em 08 de novembro de 2016 às 09h:14

Por Mário Célio

0000226529A pólica militar foi acionada  por volta as 10h da manha desta segunda-feira (7) para atender uma ocorrência de furto no Seringal Barés, escola coronel Julio Santos, alto Rio Envira.

A Professora Maria Gilsa Queirós da Silva 35 anos de idade que na trabalha na escola rural Cel. Julio Santos, disse que teve sua casa furtada no dia 1º de novembro. Ela descobriu que o autor do delito teria sido Rubenilson da Silva Gonçalves o “Neguim” 21 anos de idade morador do mesmo seringal.

Segundo informações do boletim policial, após saber que foi descoberto, “Neguim” passou a ameaçar a professora caso ela o denunciasse à policia. Mediante a ameaça a professora acionou os militares que se deslocaram à localidade rural e prenderam “Neguim” pelo furto.

Com ele a policia encontrou 1 câmera digital, 1 caixa de som, 1 garrafa de café, 1 vasilhame com 5 litros de gasolina e 1 fone de ouvido. A professora disse à policia que desapareceu ainda R$: 115,00 em dinheiro que não foi encontrado.

O acusado deve responder por crime de furto e ameaça, o que tem proporções mais graves.

O artigo 147  do Código Penal prever: “Ameaçar alguém, por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico, de causar-lhe mal injusto e grave:Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa. Parágrafo único – Somente se procede mediante representação”.

 

 

Compartilhar

Comente essa matéria