Operação ‘Pressão Total’ é deflagrada para combater tráfico e vendas de veículos roubados na fronteira do Acre

Publicado em 25 de abril de 2017 às 09h:41

Por Mário Célio

A Operação Pressão Total foi deflagrada nesta segunda-feira (24) com objetivo de intensificar as ações de combate ao tráfico de drogas, tráfico de animais silvestres e roubos de veículos na área de fronteira do Alto e Baixo Acre. Ao menos 300 homens devem atuar durante a ação com barreiras fluviais e terrestres. A operação é realizada pelo Exército, Polícia Federal (PF-AC), Polícia Rodoviária Federal (PRF-AC) e polícias Civil e Militar.

O general e comandante do 17 º Batalhão de Infantaria e Selva de Porto Velho (RO), José Eduardo Leal, disse, em entrevista ao Jornal do Acre nesta segunda (24), que a missão é prevista no Constituição Federal na Lei Complementar 97 e em diversos outros instrumentos legais. Ele explicou que o 17º BIS é responsável pelos estados de Rondônia e Acre e que as ações são feitas aleatoriamente ao longo da faixa de fronteira.

“O objetivo é identificar esses ilícitos, esses descaminhos. Vamos fazer isso verificando as embarcações e se estendendo, no caso específico do Acre, desde o município de Santa Rosa do Purus até Rio Branco, passando pelas cidades de Assis Brasil, Epitaciolândia e Capixaba. São postos de controle onde buscamos identificar esses possíveis problemas”, explicou.

O general afirma que a operação não tem prazo para terminar. Além disso, a ação é móvel e varia de local. A intenção é manter as abordagens conforme as informações repassadas pela inteligência dessas polícias. “Essa parceria, essa integração permite que possamos dar os resultados que a população tanto espera da gente”, finalizou.

COMPARTILHAR