Prefeito de Feijó faz avaliação de 2017 e anuncia mudanças no secretariado

Publicado em 31 de dezembro de 2017 às 19h:16

Por Mário Célio

Em entrevista ao site de notícias, Feijó24horas, nesta sexta-feira (29), o prefeito de Feijó, Kiefer Roberto fez um balanço administrativo deste ano, além de projeções otimistas para 2018. Kiefer destacou as dificuldades enfrentadas com a crise financeira, dívidas deixadas por administrações passadas e também a escassez de recursos ao longo de 2017, mas destacou vários avanços durante o ano que está terminando.

Leia na íntegra a entrevista do prefeito de Feijó Kiefer Roberto

Feijó24horas – Em sua avaliação, 2017 foi um ano de conquistas ou decepções?

Prefeito de Feijó– Eu não diria, que as decepções foram superadas pelas as conquistas, mais acredito que ganhamos experiência para suportar as decepções, que sempre foram e continuará sendo os entraves na maioria dos setores da sociedade.

Feijó24horas- Comentavam nos bastidores, que o senhor pensou em renunciar ao mandato?

Prefeito de FeijóRenunciar não seria a resposta correta, mais refletir nas decisões que haveria de tomar, com a convicção que causaria impactos nos aliados, transformou-se no maior pesadelo de minha vida. É, nesta hora que compreendemos, que nem tudo está ao alcance de todos. Agradeço a Deus por ter me fortalecido de paciência para vencer os obstáculos.

Feijó24horas- Qual a maior decepção, após ter assumido a prefeitura de Feijó?

Prefeito de FeijóA falta de parceria por parte do governo do estado nas ações prioritárias do município. Eu entendia que o governo fosse dos acrianos e não do PT. Virar as costas para Feijó, é a mesma coisa que enganar a população com uma desculpa mirabolante. Ouvi falar muitos nos bastidores, que o governo do PT, não fazia parceria com os seus adversário políticos. Achando eu, que fosse apenas fofocas de esquina, mais na prática a realidade é outra. Eles são políticos malvados e maldosos.

Feijó24horas- Quais os setores de sua administração que não corresponderam?

Prefeito de FeijóNos primeiros meses de mandato, tivemos momentos difíceis na secretaria de educação, embora não queira responsabilizar o ex-secretário, mais existe situações, que somos obrigados a colocar, ordem na casa. É tanto que depois da substituição, as coisas melhoraram sensivelmente. Já o caso da secretaria de saúde, é um setor complicado para quem não é do ramo. E ultimamente virou alvo de críticas e acaba respingando diretamente em minha gestão.

Feijó24horas- O senhor pretende fazer mudanças no secretariado?

Prefeito de Feijó– As mudanças acredito ser normal, faz parte de ajustes. Um ou dois devam serem substituídos, ou remanejados para setores essenciais da administração. Ainda existe os cargos de diretores, que por merecimentos sejam transformados em secretários. Não podemos deixá-los de mencioná-los nos aspectos da política administrativa e na produtividade, algo essencial que requer uma administração.

Feijó24horas- Qual a expectativa para 2018?

Prefeito de Feijó-“Nós temos um potencial de crescimento fantástico em várias áreas e poderemos avançar cada vez mais. O nosso projeto não é pessoal, mas um projeto para Feijó.” 2018 promete ser o ano da chuva, da esperança renovada, do crescimento, da geração de emprego e renda, obras que serão levantada, ruas pavimentadas, loteamento, e lutaremos por um grande projeto de saneamento para a cidade, entre outras obras importantes que serão construídas em Feijó.

Feijó24horas– Qual a mensagem o senhor deixaria aos feijoenses.

Prefeito de Feijó-  Agradece a todos os munícipes feijoenses e colaboradores em nível municipal, que segundo ele foram importantes neste primeiro ano de governo, uma vez que souberam entender as medidas drásticas de contenção de despesas e austeridade implementada como medida de enfrentamento a crise financeira que assola os governos municipais, estaduais e federal.

“Meus auxiliares diretos e indiretos foram muito importantes neste processo, uma vez que eles estão mais próximos dos problemas e conseguiram entender nosso momento e desenvolver o trabalho da melhor maneira possível, de modo que eu só tenho que agradecer a todos indistintamente, seja do mais alto escalação até as funções diversas como serviços gerais, vigias e outros tão importantes como os que desenvolvem seu trabalho na parte burocrática” finalizou Kiefer Roberto.

COMPARTILHAR