As tricas e futricas da semana – O que fizeram com a oposição de Feijó?

Uma figura importante de Feijó comentava em uma rodada de conversas, que a oposição estava mais calada do que bêbedo entalado com beiju seco. A razão não se sabe. Embora se admita que os principais vereadores da oposição, (Mauro e Tarcísio) não façam politicagem para se promoverem. Pelo o jeito eles preferem sugerirem ideias que sirvam para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos Feijoenses.

Nos corredores da Prefeitura, as reclamações viraram rotina pela antipatia de duas figuras batizadas de ministros. Se eles têm o aval do prefeito para simularem tais medidas, não se sabe, mais pelo o sim, ou pelo não é melhor o Prefeito Kiefer abrir os olhos e corrigir, ates que seja tarde.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Comentam-se, nos bastidores que o prefeito Kiefer precisa urgentemente aprimorar sua administração no sistema político, sob pena ser penalizado nas próximas eleições. De sua equipe nomeada, são poucos os que passam no crivo da política local. E por conta dessa fragilidade pode ocorrer percas significativas em qualquer disputa eleitoral.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Há quem diga que o enfermeiro Cícero precisa dosar melhor suas declarações. Todos sabem que a língua do homem, nem ele mesmo pode domar. É um mal que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal. E estas palavras estão escritas na bíblia, no livro de Tiago, 3: 8.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Corre de boca em coca, que as eleições para deputados teriam disputas pouco significativas em Feijó. As razões não é mais segredo para ninguém. Sem estrutura suficiente não chegam a metade das campanhas, e quando se ariscam na teimosia terminam igual caldo de piaba e cachorro vira lata com a língua do lado de fora.