Coronel Ulysses nega candidatura ao governo pelo DEM e reafirma estar junto a Bolsonaro

Em meio ao destino político da nova liderança política no Acre, Coronel Ulisses Araújo, que surfa tranquilo nos números da onda de popularidade do pré-candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, a pergunta que todos querem saber é: qual partido o militar acreano irá disputar o governo do Estado?

Coronel Ulysses e Bolsonaro/Foto: Reprodução

De um lado, o presidente regional do Democratas, Tião Bocalom, afirma que Ulysses já teria dado a certeza de que o coronel seria o candidato do DEM ao governo do Acre nas próximas eleições. Por outro ângulo, Alan Rick, que tem o apoio do MDB de Flaviano Melo para ser o vice de Gladson Cameli, afirma que Bocalom “não tem o aval da executiva para lançar Ulysses sem consultar as bases partidárias”

Para diminuir qualquer dúvida, a reportagem conversou por telefone com o Coronel Ulysses e esse garantiu que, seja de qualquer lado estiver o presidenciável Jair Bolsonaro ele também vai estar. Ulysses disse ainda: “Só em uma hipótese muito remota, em caso do Bolsonaro se alinhar com os progressistas de Cameli aqui no Acre, eu sairei por um partido diferente do partido dele. Quanto a essa falação de que eu aceitei sair pelo DEM, não tem nada definido ainda. Nem Bocalom e nem Alan RIck falam por mim. A única certeza é que eu serei candidato ao governo, seja por qual sigla for, menos o PT”, finalizou o coronel.